Skip to content

Os bastidores do Troféu Brasil de 2017

22/06/2017

O XXXVI Troféu Brasil, disputado entre os dias 9 e 11 de junho de 2017, mobilizou toda a equipe da B3 Atletismo – não só nas pistas, mas também nas arquibancadas! Em fotos, um pouco dos bastidores da competição realizada na Arena Caixa, em São Bernardo do Campo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Daniel Nascimento, das Categorias de Base, atinge objetivo no Mundial de Cross Country

27/03/2017

O fundista Daniel Ferreira do Nascimento atingiu seu objetivo no Mundial de Cross Country, realizado em Kampala (Uganda) no dia 26 de março, ao conquistar a 29ª posição (25min21) na prova masculina Sub-20. Em sua primeira participação em um Mundial da prova, dois anos atrás, em Guiyang (China), Daniel foi o 41º colocado.

Daniel foi o primeiro atleta ocidental a cruzar a linha de chegada – passaram à frente do fundista brasileiro 27 atletas africanos e um japonês, num total de 99 corredores que concluíram o percurso. O campeão foi ugandense Jacob Kiplimo (22min40), seguido pelo etíope Amdework Walelegn (22min43) e pelo queniano Richard Yator Kimunyan (22min52).

O atleta de 18 anos é integrante do Instituto Vanderlei Cordeiro de Lima (IVCL), núcleo de Campinas das Categorias de Base, apoiado pelo Clube de Atletismo BM&FBOVESPA. Ele se credenciou à disputa do Mundial após conquistar a medalha de ouro no Campeonato Sul-Americano de Cross Country, em fevereiro, em Santiago (Chile).

 

Daniel Nascimento, das Categorias de Base, é ouro no Sul-Americano de Cross Country

21/02/2017

Daniel Nascimento está classificado para o Mundial de Cross Country, em Uganda, em março

O fundista Daniel Ferreira do Nascimento conquistou a medalha de ouro no Campeonato Sul-Americano de Cross Country, disputado em 19 de fevereiro de 2017 na cidade de Santiago, Chile. O atleta de 18 anos é integrante do Instituto Vanderlei Cordeiro de Lima (IVCL), núcleo de Campinas das Categorias de Base, apoiado pelo Clube de Atletismo BM&FBOVESPA.

Daniel superou os 8 km de prova na categoria Sub-20 no tempo de 23min14, mais de dois minutos de vantagem sobre o segundo colocado, o colombiano Carlos Hernández (25min28). O peruano Omar Ramos foi o terceiro, com 25min52.

Com a vitória, Daniel conquistou o direito de disputar o Mundial de Cross Country de Kampala, em Uganda, em março. Será o segundo Mundial de Daniel.

CT de São Caetano é modelo para o Comitê Olímpico da Romênia

20/01/2017
visita-delegacao-romenia-2

Ao centro, o presidente do Comitê Olímpico da Romênia, Mihai Covaliu, com o coordenador técnico do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA, Ricardo D’Angelo

O Centro de Treinamento do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA recebeu a visita do presidente do Comitê Olímpico da Romênia, Mihai Covaliu, na quinta-feira (19/1/2017). “Viemos aprender”, explicou o professor George Legmann, que acompanhou o dirigente romeno. A delegação foi formada também por Carmen Trocan, diretora de Relações Institucionais do COSR, e Ovidiu Grecea, cônsul geral da Romênia.

Mihai Covaliu, ex-esgrimista, campeão e medalhista olímpico no sabre (Sydney/2000 e Pequim/2008), esteve também nas sedes do Comitê Olímpico do Brasil (COB), da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), da Prefeitura de São Caetano – cidade com tradição no apoio ao esporte de alto rendimento e parceira do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA -, e no Centro de Treinamento do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

mihai-covaliu-pres-co-romenia-2300x1630

Covaliu com a camiseta autografada de Violeta Szkely, medalhista em Sydney/2000

O dirigente ficou impressionado com as instalações do atletismo em São Caetano, no CT do Clube BM&FBOVESPA, com duas pistas (indoor e outdoor) e a estrutura necessária para o treinamento dos atletas brasileiros.

Em novembro de 2016, Fabiana Murer havia recebido delegação da Romênia que veio ao Brasil, com Violeta Szkely, medalhista de prata nos 1.500 m nos Jogos Olímpicos de Sydney/2000. Uma camiseta assinada, numa das paredes do CT, marcou a presença de Violeta em São Caetano e surpreendeu Covaliu.

IAAF atualiza resultado e Brasil é medalha de bronze no 4×100 m feminino

14/12/2016

A Federação Internacional de Atletismo (IAAF) alterou oficialmente o resultado do revezamento 4×100 m feminino da Olimpíada de Pequim-2008. Assim, o Brasil, que originalmente terminou a prova em quarto lugar, agora é medalha de bronze, após a desqualificação da Rússia, que teve uma das atletas flagrada em resultado positivo de exame antidoping.

O quarteto que correu pelo Brasil foi formado por Thaissa Presti, Lucimar Moura, Rosemar Coelho – todas com passagem pelo Clube de Atletismo BM&FBOVESPA – e Rosângela Santos. As atletas finalizaram a prova com o tempo de 43s14. A Bélgica herdou a medalha de ouro (42s54, recorde nacional) e a Nigéria conquistou a prata, com 43s04. Confira o resultado final aqui!

Medalhistas olímpicas do 4×100 m reunidas no CT do Clube de Atletismo

31/10/2016

whatsapp-image-2016-10-27-at-20-47-55Medalhistas olímpicas do revezamento 4×100 m dos Jogos Olímpicos de Pequim/2008, Thaíssa Presti – velocista do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA -, Rosemar Coelho Neto e Lucimar Moura – que defenderam as cores do Clube por muitos anos -, reuniram-se no CT, em São Caetano do Sul, para a gravação de reportagem com a TV Globo no dia 27 de outubro.

As três velocistas, junto de Rosângela Santos (que também fez parte do grupo que correu a prova na China), estão na expectativa para receber a sonhada medalha de bronze. O Brasil, que terminou a prova em quarto lugar, acabou subindo uma posição no resultado final após a constatação do positivo por doping de uma atleta da Rússia, então campeã olímpica.

Nos Jogos de Pequim, Thaíssa ainda não era atleta do Clube – passou a correr pela equipe em 2010. Já Rosemar e Lucimar, agora já aposentadas das pistas, construíram os melhores momentos de suas carreiras com o apoio da BM&FBOVESPA. Na visita ao CT, fizeram questão de matar a saudade dos profissionais e ex-colegas que continuam no Clube.

Atletas do Clube recebem vencedores de quiz da BM&FBOVESPA

20/09/2016

visita-bmf
Os vencedores do quiz feito pela BM&FBOVESPA durante a Olimpíada – os que responderam primeiro e corretamente as questões formuladas – visitaram os atletas olímpicos do Clube de Atletismo BM&FBOVESPA. O quiz foi uma das ações da campanha #torcidapeloclube, ação da Bolsa que incentivou o engajamento na torcida pelo Brasil na Rio/2016.

Os integrantes do grupo foram recebidos no Centro de Treinamento de São Caetano por estrelas do atletismo como Fabiana Murer, Marílson Gomes dos Santos e Vanderlei Cordeiro de Lima, que acendeu a pira olímpica na cerimônia de abertura dos Jogos, e pelos demais atletas do Clube, e seus técnicos, que competiram no Rio.

“Foi muito legal e importante essa proximidade entre nós todos. A BM&FBOVESPA apoia o atletismo há muito tempo, em um trabalho que continua até hoje e tem um papel muito importante no desenvolvimento do esporte aqui no nosso país”, disse Fabiana Murer, agradecendo a visita. Vanderlei Cordeiro de Lima e Marílson Gomes dos Santos também falaram da tradição do Clube e o quanto a presença da BM&FBOVESPA no atletismo é importante.